Aumentos Salariais

imagesA1412KLLPara 2014 muitas são as empresas que aumentam os salários dos seus trabalhadores.

Esta conquista comprova que a determinação e resistência dos trabalhadores que batalham por emprego e salário dignos, através da acção e luta, junto das empresas e das entidades patronais, traz resultados.

Quem Luta Alcança!

ACT FermentoPão: aumento global de 2,8% (média de 35 euros/mês)

AE Central Cervejas: aumento global 2,1% (média de 30 euros/mês)

AE Tabaqueira: aumento de 2,1% (média de 28 euros/mês)

AE Sidul; aumento de 1,5% nos salários e nas cláusulas de expressão económica, mais actualização do valor do prémio de antiguidade; o salário mínimo na empresa subiu para 643 euros;

CCT Torrefação de Café: aumento de 1,6 % (os salários mais baixos tiveram aumento superior a 2%, passando o salário mínimo no sector para 495 euros)

Avipronto: criado um prémio de ausência de sinistralidade de 15 euros/mês; atribuído um cabaz de natal para todos os trabalhadores no valor de 50 euros; (prosseguem as negociações dos salários)

Frissul: Manter em 2014 a atribuição de um prémio de 150 a cada trabalhador, assim como o pagamento dos livros escolares aos filhos dos trabalhadores e, também, o aumento do subsídio de frio em mais 26 euros/mês (2,50/hora)

Sindicaliza-te no SINTAB e luta por um aumento salarial digno!

Comentários encerrados