Destaques

<< >>

TRABALHADORES DA CIMENTEIRA SECIL, NO OUTÃO, INICIARAM HOJE, DIA 30 MAIO, UMA GREVE DE 3 DIAS

 Os trabalhadores da cimenteira SECIL, no Outão, paralisaram a 100% desde as 00h00, de hoje, dia 30 de Maio.

O piquete de greve assegurou o início da paragem dos 2 fornos, dos moinhos, da paletização e da expedição, entre outros sectores e irá garantir a segurança das máquinas e equipamentos nestes 3 dias de greve, que termina às 24H00 do dia 1 de Junho.

Estamos a chegar aos 7 anos sem aumentos salariais!

O Acordo de Empresa é para cumprir!

A luta vai continuar!

TRABALHADORES DA SPIANA EM LUTA PELO SEU CADERNO REIVINDICATIVO DE 2017

Os trabalhadores da Spiana em Gondomar estiveram hoje em luta pela defesa do Caderno Reivindicativo aprovado unanimemente em Plenário realizado em 27 Abril.   O caderno reivindicativo tinha como exigência a resposta da empresa até sexta feira passada, dado que a empresa até agora não deu resposta, o sindicato em conjunto com os trabalhadores decidiram realizar esta acção hoje, marcando desde já nova iniciativa para a próxima quinta feira.

Os trabalhadores da Spiana em Gondomar estiveram hoje em luta pela defesa do Caderno Reivindicativo aprovado unanimemente em Plenário realizado em 27 Abril.
O caderno reivindicativo tinha como data limite de resposta por parte da empresa a sexta feira passada, dado que a empresa até agora não deu resposta, o sindicato em conjunto com os trabalhadores decidiram realizar esta acção hoje, marcando desde já nova iniciativa para a próxima quinta feira.                                                FONTE: Sindicato da Construção e Cerâmica de Viana do Castelo e Norte 

 

28 DE ABRIL – Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho

28 Abril 2017-Nota Imprensa

Acidente mortal na Alexandre Herculano 41

foto acidente alexandre herculanoReabilitação Urbana sim, mas com segurança!

O Sindicato dos Trabalhadores da Cerâmica e Construção do Sul, lamenta profundamente a ocorrência de mais um acidente de trabalho ocorrido hoje, dia 28 de Novembro (segunda-feira) pelas 12 horas, na Rua Alexandre Herculano 41 em Lisboa, os trabalhadores foram vítimas de um desabamento de 2 paredes  em L a partir do 5º piso para dentro do saguão que divide os 2 prédios, as 2 vítimas mortais eram trabalhadores da empresa Bernardino Teixeira, um sub-empreiteiro da CASAIS, empresa responsável pela obra de reabilitação urbana em causa.

Segundo dados da ACT, já faleceram 114 trabalhadores em acidentes de trabalho até ao início de Novembro de 2016, sendo que 34 desses acidentes mortais foram no setor da Construção, relembramos ainda que em 2015, o número de acidentes mortais foi de 142, sendo 43 deles no setor da Construção.

Exigimos o apuramento de todas as responsabilidades, neste acidente de trabalho, mas também nos restantes acidentes sem conclusões conhecidas até momento, 28 acidentes em averiguação de 2015 e 60 acidentes em averiguação de 2016. Há responsabilidades específicas, pelas quais alguém terá de prestar contas, os inquéritos instaurados terão de ser conclusivos.

É necessário e urgente agir de forma mais drástica,  deixando bem claro que a falta de protecção e segurança, trata-se de um crime, e como tal merece a punição adequada.

A resolução para esta sinistralidade laboral, começa na prevenção dos riscos profissionais e a responsabilidade do seu desenvolvimento por parte das entidades empregadoras, que a nenhum pretexto podem deixar de cumprir com as suas obrigações em matéria de Segurança e Saúde no Trabalho.

Para uma vida digna é fundamental a existência de condições de trabalho dignas!
A DIRECÇÃO

4º CONGRESSO DA FEVICCOM – 9 DE JUNHO DE 2016

image001

4ºCONGRESSO DA FEVICCOM - 9 de Junho de 2016 - INATEL/FOZ DO ARELHO

Transmissão ao vivo do 13ºCongresso da CGTP-IN

Este é o link direto para a transmissão ao vivo do 13º Congresso da CGTP-IN:

http://www.youtube.com/embed/CRn5cNVqWIY?rel=0

Novo sítio da FEVICCOM – EM ACTUALIZAÇÃO

PÁGINA EM ACTUALIZAÇÃO -

Este site está integrado na plataforma de sítios para sindicatos da CGTP-IN o que permitirá aproveitar sinergias e uma melhor integração de conteúdos.