Destaques

<< >>

A pobreza de 56,8 cêntimos por dia no país que é o maior produtor mundial de Cortiça-Nota de Imprensa

Nota de imprensa_A pobreza dos 56,8 cêntimos por dia na Cortiça_09.07.2019(1)_1

CRISTINA: VITÓRIA DA CORAGEM E DA DIGNIDADE

0001

SEMANA DE LUTA CORTICEIRA DE 24 A 28 DE JUNHO

20181004_145612

Anos após anos crescem os lucros das empresas corticeiras enquanto os aumentos salariais têm sido mínimos. Há alguns dias, enquanto as acções da Corticeira Amorim eram negociadas em alta na Bolsa, com um encaixe financeiro de 43,7 milhões de euros, decorria a 3ª reunião de negociações do CCT (Contrato Colectivo de Trabalho) do sector, com a associação patronal (APCOR) a apresentar uma proposta de 14,73 euros para actualização salarial (Grupo XIV) e 5 cêntimos para o subsídio de refeição, recusando todas as restantes propostas sindicais.

São razões bastantes para a convocação de uma SEMANA DE LUTA CORTICEIRA, de 24 a 28 de Junho de 2019, com greves e concentrações de trabalhadores/as, designadamente, nas 16 Unidades Industriais das empresas:

24 de Junho (greve das 00h00 às 24h00, com concentrações e desfiles):

Amorim & Irmãos, SA – Santa Maria de Lamas

Amorim Top Series, SA – Argoncilhe

Granorte – Revestimentos de Cortiça, SA – Rio Meão

Unidade Industrial Champcork (Amorim & Irmãos, SA) – Santa Maria de Lamas

Unidade Industrial De Sousa (Amorim & Irmãos, SA) – Santa Maria de Lamas

Amorim – Distribuição, SA – Santa Maria de Lamas

PortoCork Internacional, SA – Santa Maria de Lamas

Vasconcelos & Lyncke, SA – Santa Maria de Lamas

CONCENTRAÇÃO 24 Junho – 15h00 – frente à APCOR (S.M. Lamas)

 

25 e 26 de Junho (greve das 00h00 às 24h00 de 25/6 e turno das 21h00 de 25/6 às 05h00 de 26/6):

Amorim Revestimentos, SA (2 unidades) – S. Paio de Oleiros.

CONCENTRAÇÃO 25 Junho – 12h00 – junto à empresa Amorim – Revestimentos e CONFERÊNCIA DE IMPRENSA, com a presença do Secretário-geral da CGTP-IN

 

26 de Junho (greve das 00h00 às 24h00, com concentrações):

Unidade Industrial de Coruche (Amorim Florestal, SA) – Coruche

Unidade Industrial Equipar (Amorim & Irmãos, SA) – Coruche

Unidade Industrial de Vendas Novas (Amorim Isolamentos, SA) – Vendas Novas

 

27 de Junho (greve das 00h00 às 24h00, com concentrações):

Unidade Industrial de Salteiros (Amorim Florestal, SA) – Salteiros

Unidade Industrial de Ponte Sôr (Amorim Florestal, SA) – Ponte Sor.

 

28 de Junho (greve das 00h00 às 24h00, com concentração):

ACC – Amorim Cork Composites, SA – Mozelos.

 

A FORÇA DA RAZÃO É A RAZÃO DA NOSSA LUTA:

Actualização salarial digna e justa de 23 euros (Grupo XIV), que corresponde a 3%;

Actualização do subsídio de refeição para 6 euros diários; 25 dias úteis de férias;

Alargamento das diuturnidades para todos os trabalhadores;

Pagamento de complemento de subsídio de doença profissional;

Introdução de nova cláusula sobre o combate e proibição do assédio;

Melhoria geral das condições de trabalho em cada empresa.

Legislação do trabalho: pela reposição do tratamento mais favorável e o fim da caducidade das convenções colectivas de trabalho!

Contra as propostas gravosas do governo e do patronato!

GRANDE MANIFESTAÇÃO / CGTP-IN – 10 Julho – Praça da Figueira para a Assembleia da República – Lisboa

Corticeira Amorim: Acções em alta, Salários em baixa!

img_797x448$2019_01_13_18_23_35_567469(1)

CORTICEIRA AMORIM: Acções em alta na Bolsa, Salários em baixa nas negociações!
No mesmo dia em que as acções da Corticeira Amorim eram negociadas em alta na Bolsa, com um encaixe financeiro de 43,7 milhões de euros, decorriam as negociações salariais do CCT do sector, com a associação patronal a apresentar uma proposta de 14,73 euros para os salários e 5 cêntimos para o subsídio de refeição, recusando todas as restantes propostas sindicais no sentido da melhoria das condições de trabalho. Esta recusa patronal significa: a recusa dos 25 dias úteis de férias; a manutenção da discriminação nas diuturnidades (não abrangem os trabalhadores fabris); o não pagamento do complemento por doença profissional e a não inclusão de uma cláusula nova sobre o combate ao assédio nas empresas corticeiras. São razões bastantes, com base no mandato dos trabalhadores, para a convocação de uma Semana de Luta de 24 a 28 de Junho, com uma greve nacional do sector e diversas concentrações de rua, para demonstrar que a força da razão é a razão da nossa luta! E havemos de vencer!
A Direcção Nacional da FEVICCOM
6 de Junho de 2019

TRIBUNAL CONFIRMA ASSÉDIO MORAL À OPERÁRIA CORTICEIRA-CRISTINA TAVARES

O Tribunal de Trabalho em Santa Maria da Feira, confirmou na tarde de segunda-feira, dia 27 de Maio, a multa de 32 mil euros que a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) tinha aplicado à empresa corticeira Fernando Couto-Cortiças S.A., de Paços de Brandão em Santa Maria da Feira, por assédio moral à operária corticeira Cristina Tavares.

Fontes: JN e Sindicato dos Operários Corticeiros do Norte

cristina cortiças

31 de Maio pelas 21h – ESPECTÁCULO SOLIDÁRIO com Operária Corticeira CRISTINA TAVARES

Realiza-se no próximo dia 31 de Maio pelas 21h no Auditório da Tuna Musical Mozelense um ESPECTÁCULO SOLIDÁRIO com a Operária Corticeira CRISTINA TAVARES – Entrada Livre.

 

VEJA AQUI O VIDEO DAS 14 ACTRIZES SOLIDÁRIAS COM A CRISTINA:

https://www.youtube.com/playlist?list=PLllv4XTIiXoPQkrgWMZdO1HKyj0orV9qs

espectaculo 31.05

6 de Maio – O ASSÉDIO NO LOCAL DE TRABALHO – Faculdade de Direito de Lisboa – 18h

A FEVICCOM convida à participação de todos os Trabalhadores/as, Sindicatos, Advogados e Juízes no debate promovido pela Associação Portuguesa de Juristas Democratas (APJD) em articulação com a CGTP-IN, no dia 6 de Maio, na Faculdade de Direito de Lisboa sobre o “assédio no local de trabalho – o caso particular da operária corticeira Cristina Tavares”.

A iniciativa, aberta à participação de professores e alunos da Faculdade, realiza-se às 18H00, na sala 12.06 e contará com as intervenções do Prof. Dr. João Zenha Martins (UNL); Dr. Filipe Soares Pereira (advogado do Sindicato dos Corticeiros); Cristina Tavares; Arménio Carlos (Secretário-Geral da CGTP-IN) e o Dr. António Colaço (Juiz conselheiro jubilado STJ).

58625956_1811681432311561_1660751462658998272_o

11 de ABRIL – Manifestação e Concentração contra a revisão do código laboral

A FEVICCOM marcou presença através dos vários sindicatos filiados na grande Manifestação da CGTP-IN contra a proposta de revisão do código laboral realizada no passado dia 11 de Abril que culminou com uma grande Concentração em frente à Assembleia da República.

A coordenadora da Federação, Fátima Messias interviu em representação da FEVICCOM, onde entres outros assuntos, deu especial relevância para a acção reivindicativa sectorial, o reforço de organização de base e sindicalização e a necessidade de continuar a luta.

33711125618_fa153fe270_mAlírio Martins do Sindicato dos Operários Corticeiros do Norte também interviu onde abordou, entre outras questões, o processo da operária Corticeira Cristina Tavares.

 

11 ABRIL11 ABRIL 2

28 de Março – FEVICCOM na Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores

A FEVICCOM esteve representada por mais de 40 jovens trabalhadores na grande Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores realizada no passado dia 28 de Março em Lisboa.

55475332_2348590181831301_4608447243719016448_o20190328_16315020190328_16322920190328_163351

13 DE MARÇO-TRABALHADORES PEDREIRAS EM LUTA.

TRABALHADORES DAS PEDREIRAS EM LUTA!!

Foi aprovado pela Lei do Orçamento de Estado de 2019, publicada em Diário da República no passado dia 31 de Dezembro, e está em vigor, o regime especial de acesso às pensões de invalidez e de velhice, que alarga o anterior regime dos trabalhadores do interior das minas, aos trabalhadores da extracção ou transformação primária da pedra, incluindo a serragem e o corte da pedra em bruto.

Apesar desta importante vitória, a presente alteração à lei, remete para Portaria do membro do Governo responsável pela área da segurança social a lista de profissões a abranger e o modelo de documento comprovativo da profissão exercida para aceder à reforma antecipada aos trabalhadores do sector da extracção e transformação da pedra.

ATÉ AO MOMENTO AINDA NÃO FOI PUBLICADA A PORTARIA PARA PODERMOS REQUERER O ACESSO AO REGIME ESPECIAL DE ANTECIPAÇÃO DA IDADE LEGAL DE REFORMA.

Vamos exigir a publicação da PORTARIA, JÁ!!

DIA 13 DE MARÇO TODOS A LISBOA!!

A nossa Federação, FEVICCOM/CGTP-IN–Federação Portuguesa dos Sindicatos da Construção, Cerâmica e Vidro, agendou para dia 13 de Março 2019, a partir das 11h30, uma concentração junto ao Ministério do Trabalho, em Lisboa e emitiu um PRÉ-AVISO DE GREVE para potenciar a participação DE TODOS os trabalhadores do sector.

EXIGE O FUTURO A QUE TENS DIREITO! PARTICIPA!

Transporte assegurado pelo Sindicato (mediante inscrição)

Contactos: 218818585 ou 917215 021

 

JPG_pagreve para as pedreiras JPG_Comunicado greve 13Março Pedreiras VersãoSUL