Arquivos de Acção Sindical

Dia Nacional da Juventude Trabalhadora

Por força de surto pandémico do Coronavírus (COVID-19) foi suspensa a Manifestação Nacional da Juventude Trabalhadora que estava convocada para o dia 26 de março, em Lisboa. Porém, não cessamos a nossa luta e acção reivindicativa!

TEMPO DE ANTENA ver vídeo

Esta situação excepcional coloca a nú, não só a necessidade premente de um real investimento e valorização do SNS e nos seus profissionais, como a vulnerabilidade em que os trabalhadores, nomeadamente os jovens, trabalham e vivem.

Multiplicam-se os casos de trabalhadores cujos contratos precários não foram renovados, de trabalhadores forçados a tirar férias, de trabalhadores cujos baixos salários sofreram um golpe e numa altura em que aumentam as despesas. A precariedade deixa-nos mais expostos e vulneráveis numa altura em que precisamos de estabilidade.

É portanto urgente identificar os abusos e atropelos que os jovens trabalhadores têm sofrido e assinalar o dia 26 de Março como dia de denúncia e reivindicação, com vídeos, foto-protestos e abaixo-assinados.

Porque não queremos viver no medo e na incerteza!
Juventude com Futuro! Mais estabilidade, melhores salários!

Gestamp e AIS não podem descartar responsabilidade

df13c5d28083eb6f8042ca1501858a2c.0Na Gestamp, em Vendas Novas, e na AIS, em Montemor-o-Novo, o SITE Sul exige às administrações medidas de prevenção e rejeita os despedimentos, já iniciados, e a imputação total dos prejuízos aos trabalhadores.

SITE Sul, através das suas comissões sindicais em cada empresa, tem vindo a acompanhar a situação da pandemia de COVID-19 e a exigir a tomada de medidas claras de protecção da saúde dos trabalhadores, e soluções que não sejam imputar a estes as reduções ou suspensões temporárias da produção sem compensação nos seus salários ou direitos.

Num comunicado que emitiu hoje, o sindicato lembra que os trabalhadores têm tido todo o empenho na resposta às exigências de produção e de manutenção dos padrões de qualidade.

A AIS e a Gestamp são reconhecidamente empresas eficazes no fornecimento de componentes para o Grupo Volkswagen, incluindo a Autoeuropa. Num momento difícil para o País e para o mundo, as empresas não podem responsabilizar os trabalhadores pelas quebras de produção, da mesma forma que estes também não têm, na mesma proporcionalidade, visto nas suas retribuições a repartição dos lucros.

Admitindo que é necessária a tomada de medidas de prevenção, o sindicato rejeita o aproveitamento da situação para a realização de despedimentos, nomeadamente dos trabalhadores contratados através de empresas de trabalho temporário, como já está a acontecer na Gestamp.

Estas empresas mantêm uma elevada quantidade de trabalhadores com contratos de trabalho precários e têm acumulado milhões à custa da sua exploração e dessa precariedade, mas querem descartar-se agora deles, deixando-os desprotegidos, nomeadamente do apoio extraordinário para os pais, devido ao acompanhamento dos filhos por encerramento dos estabelecimentos de ensino.

A Gestamp e a AIS têm de disponibilizar aos seus trabalhadores opções que lhes permitam salvaguardar a sua saúde (como, por exemplo, entrar voluntariamente em quarentena), garantindo que não serão despedidos nem prejudicados na sua retribuição mensal, exige o sindicato.

Professores contestam bloqueios administrativos à progressão na carreira

SPZSCerca de uma centena de professores e educadores concentraram-se junto à DGEStE em Évora no dia 4 de março de 2020, para reclamarem pelo fim do bloqueio no acesso aos 5º e 7º escalões.

No final foi aprovada uma moção por unanimidade, sendo depois esta
entregue na respetiva delegação regional, que junto enviamos com foto
ilustrativa da concentraçã.
Fonte: SPZS

Trabalhadores exigem negociação e não imposição

FPOs trabalhadores do Agrupamento de Escolas de Vendas Novas estiveram reunidos em plenário no dia de ontem, demonstrando assim um grande descontentamento contra a imposição do Governo nas negociações para o aumento geral dos salários na Administração Pública que ficaram muito á quem do que era reivindicado pela CGTP-IN 90 € para todos, e identificados com todas as reivindicações apresentadas pelo seu sindicato de classe o Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas (STFPSSRA), decidiram engrossar a ação de luta, aderindo em massa à Greve Nacional da Administração Pública convocada pela Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública (FCSAP) agendada para o próximo dia 20 de março. Ler mais

Viver e lutar pela igualdade

FB_IMG_1583304854403O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas (STFPSSRA), vai realizar um Plenário com os Trabalhadores do Agrupamento de Escolas de Vendas Novas , na sua sede, na Avenida 25 de Abril nº 21, amanhã dia 4 de Março, pelas 15h:00 horas, enquadrado na semana da igualdade da CGTP-IN, com a presença de Isabel Camarinha, Secretária Geral da CGTP-IN. Ler mais

Gestamp e AIS com Aumentos de Salários

df13c5d28083eb6f8042ca1501858a2c.0Os trabalhadores destas empresas do distrito de Évora fornecedoras da indústria automóvel conquistaram em 2020 aumentos dos salários e melhorias de outras condições de trabalho, através da luta.

Trabalhadores da Gestamp em Vendas Novas, após a fábrica parada 3h30 em Janeiro, e um processo negocial iniciado em Outubro, chegaram este mês a acordo com a empresa, com vista à melhoria das condições de vida e trabalho no futuro. Ler mais

Valorizar os trabalhadores!

aisAlguns dos trabalhadores da GI Group concentraram-se no dia 8 de Fevereiro à porta da AIS Portugal Lda. discutindo a exigência de reunião com os representantes da empresa de trabalho temporário, para reivindicar os seus direitos.   Ler mais

Mínimo na Metalo-Nicho acima dos 850€

Metalo nichoOs trabalhadores da Metalo-Nicho SA, empresa do sector metalúrgico instalada no Parque Industrial de Arraiolos, viram em 2020 os seus salários serem aumentados entre 40 e 60 euros, o que levou a que todos tenham ficado com salário superior a 850 euros. Ler mais

Viva a luta dos Trabalhadores do Centro de Atendimento da Fidelidade

CCTemos razão, a Newspring perdeu o processo que intentou para afastar o SINAPSA da defesa dos direitos dos Trabalhadores que trabalham na Actividade Seguradora para a Fidelidade Companhia de Seguros em Évora e Lisboa. Ler mais

Trabalhadores das pedreiras em luta

PEDREIRAS

Trabalhadores mineiros e das pedreiras vão amanha quarta-feira dia 29 de Janeiro, a Lisboa, entregar um abaixo-assinado com centenas de assinaturas a exigir eliminação do factor de sustentabilidade no regime especial de antecipação de reforma, bem como a alteração do calculo para a reforma.

Através da reivindicação, participação e luta, os trabalhadores das PEDREIRAS e da TRANFORMAÇÃO (Mármores e Granitos) conquistaram, em 2019, a possibilidade de se reformarem antecipadamente a partir dos 50 anos de idade.

Foi uma conquista longa e que resulta da luta!

Mas a luta não acabou, pois esta antecipação da reforma veio acompanhada da penalização através do factor de sustentabilidade que provoca um corte no valor mensal da pensão de quase 15%.

Esta situação é injusta e necessita de ser alterada! Só a luta é o caminho!

Esta Concentração realiza-se a partir das 11h00, em Lisboa, frente ao Ministério do Trabalho (Praça de Londres), que será antecedida de um desfile a partir do Teatro Maria Matos, conta com a presença de representantes sindicais e do Secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos.

FONTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES DAS INDÚSTRIAS DE CERÂMICA, CIMENTOS E SIMILARES, CONSTRUÇÃO, MADEIRAS, MÁRMORES E CORTIÇAS DO SUL E REGIÕES AUTÓNOMAS