Arquivos de usde

Acção de Luta Nacional

A CGTP-IN iniciou, dia 27 Maio, um período de luta pelo desagravamento das condições de vida com uma manifestação junto à Assembleia da República, enquanto decorria a aprovação do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) no plenário parlamentar.

A Acção de Luta Nacional, que decorreu sob o lema “Pelo aumento dos salários e pensões – Contra o aumento do custo de vida e ataque aos direitos”, começou a meio da manhã com duas pré-concentrações, uma no Rossio, com os trabalhadores dos distritos de Lisboa e Porto, e outra junto ao Jardim da Estrela, com os trabalhadores de Setúbal e dos restantes distritos do país.

No final, todos os manifestantes foram para junto da Assembleia da República para exigir respostas ao agravamento das condições de vida.

Vídeo

Junho vai ser mês de acção e luta

fotoO caudal de protesto vai engrossar com a luta a desenvolver durante todos os dias do mês de Junho, nas empresas e serviços, no sector público e privado, cabendo aos trabalhadores em cada local de trabalho, unidos e organizados, exigir com a luta a resposta às suas justas reivindicações e as soluções para os problemas dos trabalhadores, do povo e do país, convergindo no início de Julho numa grande acção Nacional em Lisboa!

Lutamos pelo aumento dos salários e pensões | Contra o aumento do custo de vida e ataque aos direitos, pelos direitos, pelas 35 horas e contra a desregulação dos horários, contra a precariedade, pela contratação colectiva e pela revogação das normas gravosas da legislação laboral, pela garantia da efectivação da liberdade sindical, dando força e relevo às medidas excepcionais e imediatas que apresentámos no 1º de Maio. Para dar resposta, no imediato, ao agravamento da situação dos trabalhadores e reformados por via do brutal aumento do custo vida, exigimos:

- O aumento dos salários de todos os trabalhadores em 90€ em 2022

- Aumentos extraordinários de todos os salários cuja revisão/actualização tenha sido absorvida pela inflação

- O aumento extraordinário do Salário Mínimo Nacional para 800€ com efeitos a 1 de Julho de 2022

- O aumento extraordinário de todas as pensões e reformas que reponha o poder de compra, num mínimo de 20€

20 DE MAIO TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM LUTA

Por um País mais justo e pela valorização dos trabalhadores da Administração Pública é urgente aumentar os salários em 90€ para todos os trabalhadores, revogar o SIADAP, corrigir a Tabela Remuneratória Única, valorizar as carreiras e reforçar os serviços públicos. Não podem ser sempre os mesmos a fazer sacrifícios!

Tudo aumenta, menos os salários! Ler mais

Uma vitória histórica 8H de trabalho nos trabalhadores agrícolas

Foi a abnegada luta e com muito sacrifício que os trabalhadores agrícolas do Sul e Ribatejo arrancaram ao fascismo um direito extraordinário que foi a jornada de 8 horas de trabalho para estes trabalhadores.

Ao celebrar os 60 anos desta conquista estamos a homenagear os seus protagonistas e as suas organizações de classe, que dirigiram e com os trabalhadores lutaram e tornaram possível esta vitoria e conquista no plano de um direito colectivo que é as 8H de trabalho diário e representou uma extraordinária melhoria das condições de vida e de trabalho de centenas de milhar de trabalhadores e suas famílias.

Passados 60 anos, vemos as forças governantes da política de direita a ameaçar o horário de trabalho das 8 horas, seja com os bancos de horas, com horários desregulados entre outras formas, o que se coloca aos trabalhadores de hoje é o mesmo que há 60 anos se organizem nos sindicatos da CGTP-IN, dar combate a todas as tentativas de desregulação dos horários e lutar pelas 35H de trabalha semanal sem perda de retribuição.

Ver vídeo

A luta continua! Maio está na rua!

PHOTO-2022-05-01-16-02-14Grandiosa jornada de luta nacional no dia 1 de Maio, com uma forte participação também no distrito de Évora! A Direcção da USDE/CGTP-IN saúda todo o Movimento Sindical Unitário no distrito e, por seu intermédio, as centenas de trabalhadores que no dia 1 de Maio saíram à rua no nosso distrito e fizeram do Dia Internacional do Trabalhador, uma grandiosa jornada de luta que percorreu as ruas da cidade de Évora entre o Teatro Garcia Resende até ao Largo 1 Maio! Ler mais

Todos ao 1º de Maio em Évora

1maio-cartaz_short1 Maio às 14H30 Concentração junto do Teatro Garcia Resende em Évora seguida de manifestação até a Praça 1 Maio em Évora.

A USDE/CGTP-IN convoca todos os trabalhadores, sejam do sector público ou privado, trabalhadores desempregados, jovens trabalhadores independentemente do seu vínculo, reformados e pensionistas e outras camadas da população a participarem 1º de Maio.

Vamos lutar, vamos fazer um grande 1º de Maio momento alto deste processo de luta em curso, uma grande jornada de luta nacional, onde os trabalhadores, unidos e organizados nos sindicatos da CGTP-IN, vão exigir soluções e lutar por melhores condições de trabalho e de vida, pela mudança de rumo que garanta o desenvolvimento do país, a paz e a justiça social. Ler mais

Lutar e conquistar para o país avançar! Rejeitamos o ataque ao poder de compra e aos direitos

aumento_sal2Acções de exigência do aumento geral dos salários e das pensões e combate ao aumento do custo de vida!

A complexa situação que vivemos, com uma guerra que a CGTP-IN condena, não pode servir de pretexto para continuar a adiar a resposta aos problemas dos trabalhadores nem, muito menos, para dar cobertura ao aumento da exploração, à degradação das condições de vida, ao aumento das desigualdades e à tentativa de imposição de uma ainda maior fragilização das condições de trabalho. Ler mais

Pela Paz, exige-se a adopção de processos de diálogo com vista a uma solução pacífica do conflito

A CGTP-IN manifesta a sua preocupação com a situação na Ucrânia, com o agravamento da escalada militar na região e o envolvimento de operações militares da Rússia. A guerra, que condenamos, não é solução para qualquer problema e a situação que se vive na região preocupa naturalmente todos os que defendem a paz e que desde sempre se mobilizaram em sua defesa e da resolução pacífica dos conflitos. Ler mais

90€ de aumento mínimo para todos os trabalhadores da Brisa

Revisão ACT Brisa 2022
Envio de proposta
90€ de aumento mínimo para todos os trabalhadores
5% aumento nas cláusulas de expressão pecuniária Ler mais

Subida dos preços exige robusto aumento dos salários

90eOs trabalhadores, pensionistas e as suas famílias sentem nos seus bolsos o aumento dos preços de bens e serviços essenciais. De acordo com o INE, os preços subiram 2,8% entre Dezembro de 2020 e Dezembro de 2021, acelerando face aos meses anteriores. O aumento foi especialmente acentuado nos produtos energéticos (mais 11,2%) e nos produtos alimentares não transformados (mais 3,2%). Ler mais