Aquivo do autor: usde

Trabalhadores das pedreiras em luta

12801323_1268946343122822_7412012620025723976_nNo passado dia 13 de Março, os trabalhadores das pedreiras, em greve, deslocam-se a Lisboa para uma concentração, pelas 11h30, no Ministério do Trabalho.

Os trabalhadores exigiram a publicação imediata da portaria que regulamenta o acesso à antecipação da idade legal da reforma aos trabalhadores das pedreiras;
A exigência que a lista de profissões inclua todos os trabalhadores do sector sem excepção e sem penalizações;
A melhoria das condições de segurança e trabalho nas Pedreiras.

Acordo de aumento salarial de 50€ nos Mármores

12801323_1268946343122822_7412012620025723976_nEm 2018, a FEVICCOM/CGTP-IN – Federação dos Sindicatos da Cerâmica, Construção e Vidro enviou às associações patronais do sector dos MÁRMORES e GRANITOS, uma proposta de revisão dos Contratos Colectivos de Trabalho (CCT), reafirmando que deveria ser dada prioridade à negociação das matérias salariais e outras de natureza pecuniária, de forma a responder à redução do poder de compra sentida pelos trabalhadores do sector, face ao aumento crescente do custo de vida. Continuar a ler

Alteração da morada funcionamento da União Sindicatos do Distrito de Évora/CGTP-IN

A USDE/CGTP-IN informa todos os associados dos sindicatos que compõem a Casa Sindical de Évora, bem como os trabalhadores que trabalham no distrito de Évora, que a partir do próximo dia 1 Março 2019, vamos funcionar provisoriamente, nas instalações do Sindicato dos Professores da Zona Sul, que sita,  Av. Condes de Vilalva, n.º 257: 7000-744 em Évora.

Esta alteração na morada de funcionamento, prende-se com a concretização do projecto de construção em Évora da nova Casa Sindical da CGTP-IN, que garantirá melhores condições de trabalho para os funcionários sindicais, bem como melhor acolhimento e atendimento aos trabalhadores que ali se dirigiam, potenciando assim mais meios e força aos sindicatos para a intervenção sindical.

Fevereiro mês de luta para os trabalhadores do C.A da Fidelidade.

FB_IMG_1551214719844Hoje, trabalhadores do centro atendimento da Fidelidade em Évora realizaram a quarta greve neste mês Fevereiro e deslocaram-se a Lisboa onde organizaram um cordão humano pela baixa da cidade, em direcção ao Calhariz. Durante todo o percurso fizeram-se ouvir as suas reivindicações e as condições precárias em que trabalham.

Concentrados em protesto a porta da Fidelidade, os trabalhadores do C.A, contaram com a presença e solidariedade do secretário-geral da CGTP-IN Arménio Carlos, que acompanhou estes trabalhadores desde o início desta jornada de luta. Continuar a ler

28 Março Manifestação Jovens trabalhadores

CARTAZ_Dia_Juventude.pdf (1)No próximo dia 28 de Março a Interjovem assinala o dia nacional da juventude trabalhadora realizando uma manifestação em Lisboa.

A USDE está a organizar transportes para que todos os jovens trabalhadores com vinculo efictivo, precário ou desempregados e queiram participar o possam fazer e juntarem-se a outros jovens trabalhadores na concentração  Rossio em Lisboa por volta das 15h.

“ Temos direitos! Queremos Estabilidade! Não somos descartávis! É possível acelerar o processo de recuperação de rendimentos, tal como o aumento geral dos salários. É possível o combate à precariedade e o fim das normas gravosas do trabalho.

Os jovens trabalhadores exigem o fim das normas gravosas do código do trabalho, nomeadamente as medidas que promovem os despedimentos e fomentam a precariedade.

Exigem que cada posto de trabalho corresponda um vínculo de trabalho efectivo e também, o fim da subcontratação e do aluguer de mão-de-obra, seja no público ou no privado.

Inscreve-te junto do teu sindicato ou União Sindicatos do Distrito de Évora usde@mail.evora.net – 266 737 900 e que a partir de 1 Março funciona nas instalações do SPZS que sita na Av. Condes Vilalva, 257 7004-970 Évora

Novares manobra para desviar atenções da luta necessária

20160518KeyPlasticsVendasNovasO novo director da fábrica da Novares (Key Plastics) em Vendas Novas aproveitou a presença na televisão pública para se procurar apresentar como salvador. Mas a fábrica não tem passado por dificuldades.

Numa nota de imprensa, o sindicato alertou que, com esta manobra, a empresa pretende desviar as atenções da necessária luta pelo aumento dos salários e, ao mesmo tempo, manter o medo e a repressão. Continuar a ler

Segundo dia de Greve no C.A. da Fidelidade em Évora

Luta fidelidadeOs trabalhadores do centro de atendimento da Fidelidade deslocaram-se hoje a Lisboa em greve para reivindicar os seus direitos em frente ao edifício da Fidelidade.
Após várias tentativas de negociação entre o sinapsa e a fidelidade, e esta por sua vez, brincar ao jogo do empurra para a empresa de trabalho temporário, estes trabalhadores decidiram avançar para a greve, sendo este o primeiro dia de 4 dias de greves marcadas para o mês de Fevereiro. Continuar a ler