Arquivo da categoria: Acção Sindical

Actividade e acção sindical

Pelo aumento dos salários e pensões

cropped-banner_29nov.jpg

 

 

 

 

A “Luta Geral pelos Salários” levada a cabo desde o dia 25 de Outubro, e que contou com largas centenas de plenários e com muitas acções, concentrações, paralisações e greves, em todos os sectores e em todo o País, culminou com uma grande Manifestação Nacional, no dia 11 de Novembro, no Porto e em Lisboa.

Os trabalhadores e suas famílias, reformados e pensionistas, jovens e outras camadas da população, saíram à rua, pelo aumento dos salários e pensões, pelo direito à habitação, pelo direito à saúde e o Serviço Nacional de Saúde, pela defesa e fortalecimento dos serviços públicos, na exigência de um outro rumo para país.

Na Manifestação Nacional, assumimos o compromisso de continuar a luta, intensificando a acção reivindicativa nos locais de trabalho, mobilizando os trabalhadores na defesa dos seus direitos e aspirações, dando continuidade à luta convergente já no próximo dia 29 de Novembro, com uma concentração no período da manhã na Assembleia da República, por ocasião da votação final do Orçamento do Estado, afirmando a necessidade de resposta imediata às justas e urgentes reivindicações dos trabalhadores, denunciando a ausência de medidas que respondam aos graves problemas do País, afirmando que a solução dos problemas, a defesa dos direitos e a melhoria das condições de vida não podem ficar à espera.

A actual situação política decorrente da demissão do Primeiro-Ministro e a marcação de eleições para dia 10 de Março pelo Presidente da República, invocando a necessidade de fazer aprovar um Orçamento do Estado que não serve os trabalhadores e o País, coloca aos trabalhadores a necessidade de intensificar a acção e intervenção em torno das suas justas reivindicações, no que diz respeito, nomeadamente, aos salários, às pensões, à saúde, a educação e à habitação.

Os patrões nunca deram nada, a não ser exploração!

cabeca-manifA CGTP-IN aprovou recentemente as Prioridades da Política Reivindicativa para 2024. São reivindicações que colocam o aumento geral e significativo dos salários como elemento central para a elevação das condições de trabalho e de vida e para o desenvolvimento do país.

Nas propostas avançadas, a CGTP-IN entende que é fundamental uma alteração da opção política do actual governo maioritário do PS, vertidas no Orçamento do Estado para 2024, mas também no conjunto da acção governativa. Continuar a ler

28 Junho dia nacional de luta

cropped-28_junho_2023.jpgAmanhã dia 28 de Junho, no distrito Évora também vai existir reivindicação e luta dos trabalhadores, dando força ao Dia Nacional de Luta convocado pela CGTP-IN, em todos os sectores e em todo o País, com greves, paralisações e concentrações nos locais de trabalho e empresas, sob o lema “Aumentar salários | Garantir direitos | Contra o aumento do custo e vida – Pelo direito à saúde e à habitação”, cresce a cada dia que passa, com os trabalhadores em luta a assumirem o dia 28 como um dia em que trarão para a rua a sua indignação e protesto e a exigência de resposta aos seus problemas. Continuar a ler

Amanhã greve nas IPSS por aumentos salariais

Na greve nacional das IPSS, a 31 de Maio, será denunciada a desvalorização dos salários, carreiras e profissões proposta pela Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS), explica o CESP/CGTP.
 
Manifestação dos trabalhadores das IPSS, no Porto, 27 de Março de 2019
Manifestação dos trabalhadores das IPSS, no Porto, 27 de Março de 2019Créditos/ CESP
Perante o aumento de todos os bens essenciais, os trabalhadores das Instituições de Solidariedade Social (IPSS) «observam, em simultâneo, a desvalorização dos seus salários e a estagnação das suas carreiras», denuncia o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP/CGTP-IN). Continuar a ler

Unidade e luta encheram o centro de Lisboa

cabeca-manifA Manifestação Nacional da CGTP-IN teve uma participação massiva dos trabalhadores vindos de todos os distritos e sectores de actividade, tanto da administração pública como do sector privado e que o distrito de Évora também contribuiu.

Foram milhares de trabalhadores que se manifestam, esta tarde, em Lisboa contra aumento do custo de vida e pelo aumento geral dos salários e pensões. Continuar a ler