Arquivo da categoria: Notícias

Notícias e actualidade

GREVE NO CALL CENTER FIDELIDADE EM ÉVORA

pelnário caOs trabalhadores no Centro de Atendimento da Fidelidade participam num grande plenário convocado pelo seu sindicato (SINAPSA) e decidem convocar Greve de 24 horas para o próximo dia 28 de Maio.

Lutam contra a precariedade na Fidelidade; Pelo Aumento Salarial de 45/mês; pelo Subsídio de Alimentação de 10€/dia; pelas 35 horas semanais; pelas melhorias das condições de higiene saúde e segurança no trabalho; pela aplicação da contratação colectiva da actividade seguradora.

A USDE/CGTP-IN saúda a forma confiante e determinada deste trabalhadores no seu processo reivindicativo e luta, sendo que durante o dia de hoje contribuiu de forma solidária com a fixação de propaganda sindical na zona industrial de Évora, dando dimensão pública às justas reivindicações dos trabalhadores e que certamente contribuirá para a concretização da reivindicação mais geral da CGTP-IN e à campanha nacional “Não à precariedade! Emprego com Direitos!” e “Que um posto de trabalho permanente, tem que corresponder um vinculo de trabalho efectivo!”

IR Évora vai debater os problemas e direitos dos reformados e pensionistas do distrito

Passeio casa da Ermelinda (2) (1) faceA Comissão da INTER-REFORMADOS da União dos Sindicatos do Distrito de Évora vai realizar no próximo dia 30 de Maio uma iniciativa e em forma de convite vamos fazer deste Passeio um momento de convívio, confraternização, informação/ debate dos problemas e dos direitos  dos Reformados. .

Esta iniciativa tem como objectivo dar a conhecer aos reformados/aposentados a nossa estrutura para esta frente de trabalho, bem como sensibilizar os reformados, pensionistas e idosos, para a luta mais geral, apelando à sua participação na Manifestação Nacional convocada pela CGTP-IN, para o dia 9 de Junho de 2018 às 15H no Campo Pequeno até ao Marquês de Pombal em Lisboa.

Maio é luta! Todos à Manifestação Nacional 9 Junho

Comissão Executiva da USDE/CGTP-IN reunida hoje dia 10 Maio 2018, dirige uma saudação muito especial a todos os dirigente. delegados e activistas sindicais que de forma abnegada e determinada esclareceram e mobilizaram os trabalhadores para a grande manifestação do 1 Maio em Évora.

Saudamos igualmente os trabalhadores que participaram nas iniciativas de convívio, desporto e cultura na parte da manha e que contaram com uma boa participação em Vendas Novas, Montemor-o-Novo, Évora e pela primeira vez em Arraiolos e que culminou na maior manifestação distrital do 1º de Maio da CGTP-IN em Évora nos últimos anos, sendo que saudamos de forma particular aos trabalhadores do centro de contacto da Fidelidade em Évora, do LiDIL de Montemor-o-Novo e Mini Preço de Arraiolos que neste dia encerraram os estabelecimentos.

Valorizamos e saudamos a luta igualmente já desenvolvida logo após o 1 Maio, nomeadamente a Greve dos pessoal não docente nas escola e que só no distrito encerrou mais de 15 estabelecimentos, bem como a luta dos trabalhadores da empresa de mármores A.B. Vermelho que paralisaram devido ao pagamento do salário de Abril.

O momento que vivemos exige que reforcemos em Maio a acção e luta reivindicativa nas empresas e locais de trabalho em torno dos problemas concretos  e sua reivindicações, destacando deste já a concentração de amanha convocada pelo MSUP para as 17H30 Largo Camões Évora em defesa da escola pública, a  realização de um grande plenário amanha dos trabalhadores do centro de contacto da Fidelidade em Évora, o pré-aviso de greve, dos trabalhadores da A.B. Vermelho caso a situação dos salários em atraso se repita, a manifestação dos Professores para o dia 19 Maio, a Greve de pessoal auxiliar e administrativo da saúde para o dia 25 Maio, entre outras acções.

Apelemos aos trabalhadores, aos jovens, aos reformados e a outras camaradas da população que se mobilizem e participem na grande manifestação no dia 9 Junho em Lisboa convocada pela CGTP-IN ” POR MELHORES CONDIÇÕES DE VIDA E DE TRABALHO, PELOS DIREITOS, PELA VALORIZAÇÃO DOS TRABALHADORES!”

A USDE/CGTP-IN organizará autocarros a partir de todos os concelho do distrito de acordo com as inscrições atempadas de quem queira participar. INSCREVE-TE

O Distrito precisa de uma política de esquerda e soberana, que tenha como opção inequívoca e intransigente a defesa dos direitos dos trabalhadores e do povo, a salvaguarda do interesse nacional, a afirmação dos valores de Abril e da Constituição da República Portuguesa.

Greve dos trabalhadores não docentes das escolas obriga Ministério da Educação a integrar 2000 trabalhadores com vinculos precários

img_greve-minTeve hoje lugar a greve dos trabalhadores não docentes das escolas, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Estado.

Por todo o país a adesão à greve foi superior a 80% conduzindo ao fecho de 500 escolas.

No distrito de Portalegre houve adesão à greve um pouco por todo os concelhos tendo como resultados mais visíveis o fecho de 6 escolas: 1º ciclo de Avis, Sede do Agrupamento em Campo Maior (1º ciclo e EB), 1º ciclo de Monforte e as escolas José Régio e da Corredoura em Portalegre.

Os trabalhadores não docentes das escolas estão em luta contra a precariedade e falta de pessoal, por uma carreira e aumentos salariais.

A greve teve já como consequência o anuncio por parte do Ministro da Educação de que vão ser integrados na administração pública 2000 trabalhadores com vinculos precários.

GREVE ENCERRA ESCOLAS NO DISTRITO ÉVORA

escolas fechadasA União dos Sindicatos do Distrito de Évora, saúda a coragem e a determinação dos trabalhadores não docentes das e escolas e jardins de infância em greve, que por todo o país e por todo o distrito, que aderiram à greve nacional convocada para hoje dia 4 de Maio de 2018 pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais. Continuar a ler