Arquivo da categoria: Acção Sindical

Actividade e acção sindical

Sindicato dos professores SPZS recolhe assinaturas

Evora2O SPZS realizou hoje uma acção de rua em Évora a pedir à população que os apoie nesta luta, recolhendo postais que serão, depois, entregues ao Primeiro-Ministro de Portugal.

O grande objetivo é recolher milhares de postais de apoio à luta dos docentes pelo direito à contagem do tempo de serviço que exerceram com mérito e respondendo sempre às exigências científico-pedagógicas que lhes estão atribuídas. Continuar a ler

Trabalhadores C.A Fidelidade Évora realizam magusto e decidem greve 15 Novembro

IMG_20181108_200143No Centro de Atendimento da Fidelidade em Évora, os trabalhadores organizaram hoje um Magusto Pelos Direitos contra a exploração. Em causa, estão promessas não cumpridas pela Newspring, empresa intermediária que a Fidelidade subcontrata para realizar trabalho da actividade seguradora. Com esta subcontratação, a Fidelidade desvaloriza salários  e retira direitos aos trabalhadores da actividade seguradora, como é o caso dos trabalhadores do centro de atendimento em Évora. Continuar a ler

Grande Greve dos trabalhadores da Administração Pública e Local no distrito de Évora

A Greve Nacional convocada pela Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública/CGTP-IN para o dia 26 de Outubro teve uma grande expressão no distrito de Évora, começando com fortes adesões na recolha dos resíduos sólidos urbanos, sector operacionais e administrativos na Administração Local,   Continuar a ler

EX-TRABALHADORES DE FÁBRICA VN AUTOMOVEIS DE VENDAS NOVAS SEM SUBSIDIO DESEMPREGO E AINDA AGUARDAM PELO PAGAMENTO DAS INDEMNIZAÇÕES

plenário VN.No momento em que termina o subsídio de desemprego para alguns dos ex. trabalhadores da VN Automóveis de Vendas Novas, estes trabalhadores devido a sua idade ser próxima da reforma não conseguiram encontrar emprego.

O SITE Sul volta a reafirmar a necessidade do Governo PS dar resposta a uma reivindicação da CGTP-IN que permitida a estes trabalhadores desempregados de longa duração a antecipação da pensão de velhice sem qualquer penalização. Continuar a ler

Tyco condenada

A TYCO foi condenada pelo Tribunal da Relação de Évora a pagar os dias de férias roubados a um trabalhador, dando razão ao trabalhador e ao SIESI de que todos os trabalhadores têm direito a 22 dias de férias, independentemente do horário que pratiquem.

O Tribunal afirma até na sentença que “não se afigura que se possa fazer um mero cálculo aritmético para concluir que 17 dias de férias gozados corresponderiam a 22 dias de férias”, como a empresa invoca. Continuar a ler