Arquivo da categoria: Actualidade e Luta

Actualidade e Luta

3 DE JUNHO – DIA NACIONAL DE LUTA

banner-min

A CGTP-IN convocou, para o dia 3 de Junho, um dia nacional de luta para todos os trabalhadores de todos os sectores, que se concretizará em manifestações em Lisboa, a partir do Marquês de Pombal e no Porto, a partir do Campo 24 de Agosto.

Os trabalhadores do distrito de Portalegre irão participar na manifestação de Lisboa que terá inicio às 15h, podendo para isso, inscrever-se nos autocarros organizados pela União dos Sindicatos do Norte Alentejano e que terão o seguinte percurso:

 Monforte 8h30 – Arronches 9h – Campo Maior 9h30 – Elvas 10h

Portalegre 8h30 – Alter do Chão – 9h – Fronteira 9h30 – Avis 10h

TODOS AO 1º DE MAIO: MOBILIZAÇÃO NO DISTRITO DE PORTALEGRE

Começa hoje a última semana de mobilização para a participação de todos nas comemorações do 1º de Maio, que irão decorrer em todo o país, com várias acções de rua, dinamizadas pelas uniões e sindicatos da CGTP-IN.

No distrito de Portalegre decorreram na EDP em Portalegre, DARDICO em Avis, Matsel, Centro de Formação do IEFP em Portalegre, Município de Sousel, entre outros, e irão decorrer ao longo desta semana, distribuições de documentos, plenários, afixação de cartazes e faixas e som a par da organização dos trabalhadores para as lutas concretas do seu sector, como foi o caso dos trabalhadores da administração local e dos trabalhadores não docentes que saíram à rua no passado dia 21.

No 1º de Maio, a partir das 10h, na Avenida Movimento das Forças Armadas (frente ao Centro Comercial Fontedeira) em Portalegre, os trabalhadores do distrito concentrar-se-ão seguindo depois em desfile acompanhados pelos Bombalém, aedp_19042017-minté ao Rossio.

 

dardico_21042017-min dardico2_21042017-min centroformacao_20042017-min matsel_20042017-min sousel_stal_20042017-min

 

 

 

Trabalhadores da Pinto e Bentes em Ponte de Sor e em Mem Martins, em greve pelo pagamento dos salários em atraso

pinto e bentes 07042017-min

A greve hoje realizada contou com a adesão de 99% dos trabalhadores e foi a forma que estes encontraram para demonstrar à administração que mais que palavras é necessário agir e tomar medidas para que o pagamento dos salários seja uma prioridade.
Actualmente os trabalhadores da Pinto e Bentes têm em atraso uma parte do vencimento de Fevereiro e o vencimento de Março, no entanto há longos meses que a a administração não cumpre com a sua obrigação de pagamento pontual da retribuição, pagando o salário em duas ou mais prestações ao longo do mês. Situação ilegal e injusta para quem trabalha todo o mês e que vê mês após mês a sua vida piorar por um incumprimento de um direito básico.

A Pinto & Bentes é uma empresa do ramo das instaladoras eléctricas e tem como principais clientes a Visabeira para quem realiza trabalhos contratados pela EDP, assim como  várias Câmaras Municipais.

O Sindicato das Indústrias Eléctricas do Sul e Ilhas (SIESI), filiado nesta União, considera a situação insustentável e irá pedir a intervenção do Ministério do Trabalho no sentido de esclarecer porque motivo o pagamento dos salários não está a ser uma prioridade.

JOVENS TRABALHADORES DO DISTRITO DE PORTALEGRE PARTICIPARAM NA MANIFESTAÇÃO NACIONAL

foto_interjovem_2017-min

Uma delegação de jovens trabalhadores do distrito de Portalegre, de vários sectores, esteve ontem na Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores convocada pela Interjovem/CGTP-IN.

Milhares de jovens trabalhadores marcaram presença nesta acção de luta que consistiu num desfile da Praça da Figueira à Assembleia da República em Lisboa, transportando faixas e bandeiras dos seus sindicatos de classe e onde constavam reivindicações próprias dos seus locais de trabalho.

Para a sua participação, os trabalhadores contaram com pré-avisos de greve emitidos para vários sectores, do comércio à indústria, e com a organização de transportes por vários sindicatos e uniões de sindicatos da CGTP.

 

MOBILIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DA HUTCHINSON DE CAMPO MAIOR PARA A MANIFESTAÇÃO NACIONAL DA JUVENTUDE TRABALHADORA

hutchinson_cmaior_23032017-minA USNA e o Sindicato dos Trabalhadores das Industrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Sul (SITE-SUL) estiveram hoje em contacto com os trabalhadores da Hutchinson de Campo Maior, distribuindo os documentos da INTERJOVEM/CGTP-IN acerca da Manifestação Nacional da Juventude Trabalhadora que terá lugar na próxima terça-feira, dia 28 de Março.

Para estes trabalhadores, na sua maioria jovens, como para muitos milhares em todo o país, o “tempo é hoje”, tempo de lutar contra a precariedade, tempo de defender os seus direitos, tempo de exigir o aumento dos seus salários, tempo de sair à rua.

A USNA organiza o transporte de todos os trabalhadores do distrito de Portalegre que queiram participar nesta grande jornada de luta.

PLENÁRIO DE TRABALHADORES NA PINTO E BENTES, PONTE DE SOR

pintoebentes_22032017-min

Teve ontem lugar na empresa Pinto e Bentes, em Ponte de Sôr, um plenário de trabalhadores com o Sindicato das Indústrias Eléctricas do Sul e Ilhas (SIESI).

Estes trabalhadores lidam há vários meses com atrasos sistemáticos no pagamento dos seus vencimentos e à data do plenário contavam apenas com parte do salário de Fevereiro.

Foi definido um prazo que o SIESI comunicará à empresa, findo o qual, caso o restante vencimento de Fevereiro e a totalidade de Março não sejam pagos, os trabalhadores avançarão para as formas que considerarem mais adequadas.

TRABALHADORES DA EPAL-LVT DO DISTRITO DE PORTALEGRE JUNTAM-SE AO PROTESTO EM LISBOA

CAM00945-min

Uma delegação de trabalhadores da Empresa Portuguesa de Águas Livres, S.A. – Lisboa e Vale do Tejo (EPAL-LVT) das Estações de Tratamento do Distrito de Portalegre participa hoje, dia 22 de Março, Dia Mundial da Água, num protesto em Lisboa, frente à sede da Águas de Portugal.

Os trabalhadores reivindicam aumentos salariais, o direito à contratação colectiva, contratação de mais trabalhadores, fim da precariedade, melhores condições de segurança e saúde no trabalho e redução progressiva do horário de trabalho para as 35 horas semanais sem corte na retribuição.

Os trabalhadores deste sector estão em luta pela melhoria das suas condições de trabalho, pela água pública, um direito universal de todos os cidadãos e por um serviço público de qualidade e reforçarão a sua luta, participando na Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores do próximo dia 28 de Março e nas jornadas de luta do 1º de Maio.

PLENÁRIO NO MATADOURO DE SOUSEL

matadouro_3-min matadouro_2-min

O Sindicato dos Trabalhadores da agricultura e das indústrias de alimentação, bebidas e tabacos de Portugal (SINTAB) esteve hoje reunido em plenário com os trabalhadores do Matadouro de Sousel.

Em plenário, os trabalhadores elegeram dois novos delegados sindicais e aprovaram a construção de um caderno reivindicativo para entrega junto da administração do Matadouro de Sousel.

TRIBUNA PÚBLICA NA ZONA INDUSTRIAL DE PORTALEGRE

tribuna_14032017-min

A USNA/CGTP-IN promoveu ontem, dia 14, entre as 12 e as 14h, uma tribuna pública na zona industrial de Portalegre, frente à Hutchinson.

A iniciativa, inserida na campanha nacional da CGTP-IN Roteiro contra a Precariedade, contou com a distribuição dos documentos da Interjovem acerca da manifestação nacional de jovens trabalhadores convocada para o dia 28 de Março.

A escolha da Hutchinson como palco desta acção distrital relaciona-se com o facto de se tratar de um foco de precariedade no distrito, com cerca de metade dos trabalhadores afectos a empresas de trabalho temporário, sobretudo trabalhadores jovens, com menos de 35 anos.

O Roteiro contra a Precariedade, teve inicio a 13 de Fevereiro e termina esta sexta-feira, dia 17 de Março. No distrito de Portalegre colocou o movimento sindical em contacto com centenas de trabalhadores, em acções de denuncia e mobilização dos trabalhadores para a luta em diferentes locais de trabalho: Agrupamento de Escolas de Ponte de Sôr, Hutchinson de Portalegre, Pingo Doce de Portalegre, Corticeira Amorim (Unidade de Salteiros) e Município de Sousel.

ROTEIRO CONTRA A PRECARIEDADE NO DISTRITO DE PORTALEGRE: CORTICEIRA AMORIM – UNIDADE DE SALTEIROS

dist_amorim_salteiros_13032017-min

O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Cerâmica, Cimentos e Similares, Construção, Madeiras, Mármores, Cortiças do Sul e Regiões Autónomas (STCCMCS) e a USNA estiveram ontem em contacto com os trabalhadores da Unidade de Salteiros da Corticeira Amorim, em Ponte de Sôr.

A maioria dos trabalhadores desta unidade são contratados por via da Synergie, uma empresa de trabalho temporário (ETT). O recurso a esta forma de trabalho precário é justificado pela sazonalidade do trabalho no sector da cortiça. Na prática, o que acontece é que os trabalhadores desempenham funções de forma permanente e não apenas sazonal, acabando por desempenhar funções diversas nas diferentes unidades da Amorim. São trabalhadores temporários com trabalho o ano inteiro mas que, ao invés de serem contratados pela empresa onde efectivamente trabalham têm contrato com uma empresa que aluga mão-de-obra para outras lucrando com a força de trabalho.

No documento distribuído é denunciado o facto de um trabalhador ganhar em média menos 70% por ter um contrato com uma ETT em lugar de ter com a empresa utilizadora. As empresas recorrem a ETT para não aplicarem os contratos colectivos de trabalho e para se desresponsabilizarem dos seus trabalhadores. No dia 28 de Março terá lugar a manifestação nacional de jovens trabalhadores, uma oportunidade mostrar na rua que chegou o tempo de travar esta e outras formas de precariedade.